Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Dia do Administrador: tendências da profissão

por Maximira Carlota Bratz - Coordenadora e docente dos cursos técnicos presenciais do Senac Ijuí, coordenadora do Polo EAD do Senac Ijuí

A profissão de Administrador propriamente dita ainda é, de certa forma, nova no Brasil, pensando nela sob o ponto de vista regulamentar. A sua oficialização se deu em 9 de setembro de 1965, com a sanção da Lei nº 4.769, quando o curso de Administração foi reconhecido no País e, assim, criado também o Dia do Administrador. O fato histórico foi determinante para a modernização e desenvolvimento econômico brasileiro, sendo o marco do começo de uma nova época. Mas não importa qual área seja, há alguma referência ou teoria aplicada, de forma racional ou não, muito antes deste meio século. Neste espaço de tempo, incontáveis ideias, produtos e serviços inovadores remodelaram a organização da sociedade e possibilitaram que a humanidade acompanhasse a chegada dos tempos modernos e também da era digital.

A atividade que antes era exercida por pessoas da área de Direito, especializadas em Direito Administrativo, foi profissionalizada. E a função do Administrador na atividade empresarial, seja no meio privado ou público, é hoje devidamente reconhecida, sendo de fundamental importância para o desenvolvimento das organizações inseridas nestes meios. Hoje, esses profissionais precisam estar aptos a lidar com incertezas pois são muitas variáveis a serem consideradas, em diversos cenários, sendo que o pouco controle sobre os acontecimentos do momento e do futuro torna muito árdua, para estes, a possibilidade de poder prever os impactos de suas ações.

A complexidade do momento e a volatilidade dos cenários coloca o Administrador de frente com questões de difícil resolução. Com tanta informação, como identificar o que é importante? Como priorizar ações para a sua carreira e para as organizações?

Nesse sentido, o Administrador precisa ter em mente que o futuro é múltiplo e, portanto, precisa conhecer quais são os futuros possíveis e são plausíveis para subsidiar as suas decisões, para que possa aplicar métodos estratégicos, estruturados e adequados para as várias situações. Segundo estudos, as principais profissões emergentes no Brasil são: Desenvolvedores de Softwares e Apps, Analistas e Cientistas de Dados, Profissionais de Banco de Dados e Network, Executivos C-Level, Profissionais de Marketing e Vendas, Representantes de Produtos Técnicos e Científicos, Gerentes Geral e de Operações, Especialistas em Recursos Humanos, Analistas Financeiros, Assessores Investimentos.

Portanto, para que esse profissional esteja preparado para tomar as decisões mais acertadas e gerir com eficiência e eficácia, o seu olhar precisa estar constantemente voltado para o desenvolvimento de suas skills, ou seja, habilidades - através do constante aperfeiçoamento sobre os temas pertinentes a sua área -, entender quais são as macrotendências dos diversos cenários como instabilidade econômica e política, crise migratória, aumento da expectativa de vida, fim da aposentadoria, automação e desemprego, gap educacional, tecnologia, aumentos populacional, aquecimento global, entre outras.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade para melhorar sua experiência em nossos sites e personalizar a entrega de conteúdo do seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições.