Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Avaliação da aprendizagem em tempos de mediação on-line

por Franciele Leone Agnoletto - Pedagoga Senac Ijuí e Cruz Alta

Nosso momento educacional mudou. A pandemia pelo novo coronavírus trouxe à tona diferentes questões que têm se tornado um desafio para educadores, famílias e alunos. Nos vimos, de um momento para o outro, migrados de nossas salas de aula presenciais para plataformas on-line, utilizando ferramentas que antes tínhamos, quando muito, ouvido falar e com as quais poucos estavam familiarizados. Não diferente, o contexto aprendente também mudou pois se, enquanto adultos, estamos nos sentindo inseguros frente às mudanças, imaginem as crianças e os jovens cuja vivência escolar até então seguia em sala de aula, naquele modelo tradicional de ensino a que estávamos tão confortavelmente acostumados?

E não é só isso: até que ponto tínhamos, famílias e educadores, construído uma inteligência emocional para lidar com tamanhas angústias? Tínhamos, de alguma forma, conduzido emocionalmente nossos filhos e alunos para que pudessem se expressar e lidar com este momento?

Refletindo sobre isso, não podemos deixar de ponderar aquilo que nos cabe enquanto educadores, avaliando o que deixamos de fazer e as lacunas deixadas enquanto mediadores do conhecimento, pois é a partir dessa reflexão que poderemos desenvolver métodos de auxílio nesta nova prática.  Avaliar, por si só, já é uma tarefa complexa, tornando-se ainda mais desafiadora neste momento.

Já nos é sabido e repetido que, para ter significado, a avaliação necessita ser planejada de forma a anteceder, acompanhar e suceder a prática docente, considerando os caminhos percorridos pelo aluno, em uma reflexão qualitativa de seu crescimento frente aos novos conhecimentos apresentados. Assim, debruçando-se mais uma vez sobre essa questão, evidencia-se a importância do olhar sensível dos educadores em relação aos estudantes. O que vale mais neste momento?

O que se espera que o aluno tenha adquirido através das aulas on-line? Penso que, neste momento, o mais importante seja atentar para os desafios superados, observando o ritmo individual de aprendizado, sua estrutura emocional frente ao cenário atual e seu envolvimento, tanto síncrono quanto assíncrono às aulas, para que possamos de fato contribuir com sua formação integral ao invés de ser mais uma situação a ser superada neste momento, que já é suficientemente difícil.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018