Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Já é setembro? Dia do Trabalhador para encerrar o verão

por Michele Saliba - Docente de Idiomas, formada em Jornalismo com pós-graduação em Política Internacional e Comunicação

Nos Estados Unidos e no Canadá, o Dia do Trabalhador é comemorado na primeira segunda-feira do mês de setembro, diferentemente de muitos outros países quando o dia é comemorado em 1° de maio. Esse feriado surgiu com o intento de homenagear os trabalhadores americanos e sua contribuição para o país. Hoje, o dia marca o final das férias de verão e é comemorado com paradas, piqueniques, churrascos e outras festas, além de marcar o início de campanhas políticas.

 

Não existe um consenso de quem teve a ideia de criar um dia em homenagem aos trabalhadores. Existem dois fortes candidatos: Peter J McGuire, fundador do United Brotherhood of Carpenters (Sindicato dos Carpinteiros) e co-fundador do American Federation of Labor (Associação Americana do Trabalho); e Matthew Maguire, maquinista e secretário na Central Labor Union (Central dos Sindicatos do Trabalho) em Nova Iorque, cuja organização adotou a ideia do Dia do Trabalhador e organizou uma demonstração pública e um piquenique.

 

A primeira comemoração ocorreu em Nova Iorque no dia 5 de setembro de 1882, quando mais de 10 mil trabalhadores participaram de uma parada na cidade e a ideia espalhou-se por outros grandes centros urbanos. Nesse período, havia um crescente descontentamento com as condições de trabalho, as pessoas trabalhavam doze horas por dia, sete dias na semana, sem direito a folga ou férias, e também era comum o trabalho infantil - muitas crianças tinham em torno de cinco ou seis anos e trabalhavam em minas e outros trabalhos perigosos por muito menos do que um adulto ganhava. Assim os sindicatos passaram a ganhar força e organizaram greves e comícios. 

 

Oregon foi o primeiro estado a reconhecer o feriado em 1882. Porém foi apenas em 1894, após mais de 23 estados reconhecerem o feriado, é que a data ganhou reconhecimento federal. No dia 28 de junho de 1894, o presidente Grover Cleveland assinou o decreto, que se transformou em lei. O dia foi escolhido em parte por reconhecimento de outros eventos relacionados que já aconteciam nesse dia e também para desviar a atenção do dia Primeiro de Maio.

 

Uma curiosidade do dia é a tradição de não vestir branco após Labor’s Day. Essa tradição nasceu nos tempos Vitorianos, quando estar com roupas brancas significava estar de férias. Naturalmente, com o final do verão, as férias também terminam, logo deixa-se de vestir roupas brancas. Obviamente, poucas pessoas ainda seguem essa tradição.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade para melhorar sua experiência em nossos sites e personalizar a entrega de conteúdo do seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições.