Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

A tesoura nossa de cada dia

por Carlos Weisheimer

Funcionando como extensão do braço de profissionais da beleza e executora técnica de suas criações, as tesouras têm nomes e modelos distintos umas das outras. Por quê? Simples: cada tesoura tem uma finalidade, ou seja, um tipo de acabamento.

Fio a laser: corte de precisão. Contém microserrilhas em uma ou nas duas lâminas, o que segura o fio de cabelo, impedindo que ele escorregue durante o corte. Indicada para cortes de bases retas e sólidas. Microsserilha em uma lâmina mais suavidade (semi-laser), nas duas lâminas, mais dureza (laser). Cuidado, pois esta tesoura não faz desfiamentos.

Fio navalha: corte desfiado. Contém muito afiamento nas lâminas, o que faz os cabelos escorregarem levemente durante a pressão do corte. Indicada para cortes de bases arredondadas e redondas, desfiamentos, movimento ou desconectadas. Quanto mais polegadas de lâmina, maior o poder de desfiamento. Cuidado, não é indicado desfiar cabelos cacheados e crespos, pode causar frizz.

Dentada: corte de desbaste. Contém dentes em uma das lâminas, o que faz com que seja preservado o comprimento em alguns fios. Indicada para redução de volume por corte (desbaste), texturas em vários cortes e encaixes em cortes. Quanto menos dentes houver, mais cabelo será cortado. Cuidado, os modelos indicados são os com mais quantidade de dentes, principalmente para os profissionais iniciantes.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018