Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Profissão Técnico em Segurança do TrabalhoPor

por Anderson Galvão Calixto - docente do Senac Uruguaiana

Ser Técnico em Segurança do Trabalho é desenvolver um trabalho que, acima de qualquer circunstância, deve proporcionar um ambiente seguro para o trabalhador realizar suas atividades laborais dentro da empresa. Embora devemos ressaltar que é muito comum os conflitos, nunca devemos baixar a guarda. Costumo dizer que este profissional está entre a “cruz e a espada”, nunca em cima do muro, pois as tomadas de decisões devem ser rápidas e justas, tanto para o empregado como para o empregador, porque devemos ser imparciais.

Precisamos seguir e cumprir leis, normas e procedimentos. Muitas vezes esses procedimentos passam por punir os empregados.  O processo, na maioria das vezes, é lento e requer investimentos, que geralmente é escasso ou inexistente. Oriento os meus alunos para que sejam proativos. Ao mostrar o problema, também é preciso apresentar a solução.

Nossa obrigação é mostrar as soluções viáveis e necessárias!

O TST não é um profissional bem visto pela própria empresa, pois a sua contratação foi feita por obrigação legal. Os gerentes e demais encarregados de produção falam que a adoção de uma política de Segurança e Saúde no Trabalho atrasa os processos produtivos. Por um lado, eles não deixam de ter razão, mas a adoção dessa política traz benefícios inimagináveis, como conforto e segurança para o trabalhador, diminuição do absenteísmo e custos para a empresa e a nação.  A busca pelo equilíbrio deve ser  incessante, assim como saber dosar atitude e firmeza com educação e coerência. Nosso trabalho depende do bom convívio entre todos os trabalhadores.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato