Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Viva la mamma

por Márcia de Vargas Schmalz - Docente de Idiomas ? Italiano

Já estamos em maio, mês que apresenta datas comemorativas muito significativas para o mundo todo: Dia do Trabalhador, Abolição da Escravatura no Brasil, Mês das Noivas e a data que, há dois anos, tornou-se a mais importante para mim: o Dia das Mães. A data, comemorada em muitos países no segundo domingo do mês, é celebrada em cada país de forma diferente, respeitando os valores e tradições locais. O surgimento dessa data tem diversas hipóteses, sendo todas muito relevantes. Independentemente de qual seja a (o) idealizadora (o) desse dia tão especial, fica a certeza de que a pessoa que a pensou é muito iluminada.

E em se tratando de mães, temos um estereótipo bem conhecido: a mamma italiana. Aquela que todos nós já tivemos o privilégio de ver, estar com ela ou até mesmo de ter uma em nossa família. Sim, aquela que fala mais com gestos do que propriamente com palavras, aquela que faz uma “lasagna” como ninguém, aquela que, como muitas, defende sua prole como uma leoa. Então, como o povo italiano celebra a “Festa della Mamma?”

A Itália, atualmente, celebra essa data também no segundo domingo de maio, mas por anos foi comemorada sempre no dia 8 de maio. Aproveita-se o dia para realizar manifestações relacionadas a temas pertinentes a nós mulheres como o combate ao câncer de mama e os direitos da mulher. As famílias aproveitam a ocasião para mais um encontro com um belo almoço e tem-se o costume de presentear as mammas com rosas vermelhas. Para aquelas que não se fazem mais presentes, as famílias visitam seus túmulos e levam rosas brancas. As crianças também fazem trabalhos na escola para presentear suas mammas.

Enfim, comemoramos essa data de formas diversas, mas, o que certamente importa, é que nesse dia todos possamos parar e dedicar um pouco mais de atenção para uma das pessoas mais importantes para todos nós. Aquela que para muitos faltam palavras para expressar tanto amor e admiração, aquela que muito errou sim, mas sempre teve o intuito de acertar. Aquela que nós, mulheres, passamos a compreender melhor quando nos tornamos mães. Aquela que é e sempre será única em nossas histórias - a nossa MAMMA. Assim, comemore da sua maneira, do jeito que for possível, mas comemore. E viva a todas as MAMMAS do mundo!

 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade para melhorar sua experiência em nossos sites e personalizar a entrega de conteúdo do seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições.