Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

A excelência no cotidiano

por Rubiel Cardoso de Souza -

É comum ouvirmos no meio empresarial, institucional e corporativo a expressão excelência. Todos nós, de alguma maneira, já escutamos algo sobre este termo. Mas, afinal, o que é excelência? Como isso se objetiva no cotidiano? Por ora, o termo excelência parece não passar de um simples clichê ou de uma retórica organizacional, por vezes, soa como um “mantra” corporativo. Tratar o termo excelência é o que este breve texto se propõe. 

No sentido etimológico, o termo excelência tem origem no latim “excellentia”, que por sua vez significa: estado ou qualidade de excelente, muito bom e ainda uma qualidade muito superior. No que lhe concerne, o filósofo Will Durant tentou resumir em uma frase o pensamento de Aristóteles sobre excelência da seguinte maneira: “Nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um ato, mas um hábito”. 

Uma vez aceita a premissa citada, de que a excelência é um hábito, torna-se mais compreensível a elucidação desse termo. Como assim? Não é incomum muitas vezes pensarmos a excelência como algo vago, abstrato ou, até mesmo, algo metafísico e inatingível. Porém, esse termo fala daquilo que está relacionado ao nosso dia a dia, no cotidiano, aquilo que pode ser alcançado e exequível. 

Seja em nossa vida pessoal ou profissional, a excelência urge como uma necessidade diária para aqueles que buscam sempre melhorar suas ações, desde as mais complexas, às ações mais corriqueiras. Pode-se buscá-la no atendimento de um telefonema na recepção, na limpeza do recinto de trabalho ou na apresentação de um projeto na reunião mensal. A excelência não é imposição e sim inspiração daqueles que buscam o êxito em todos os aspectos da vida. 

Por fim, parece ficar evidente que a excelência não está afastada de nós, isto é, ela pode se tornar um hábito no dia a dia, quando nossas ações prezam sempre a melhoria. Isto não significa dizer que não erramos ou que muitas vezes as coisas não ocorrem conforme o planejado. A busca por excelência faz-nos rever em que erramos para nos ajustarmos, faz-nos persistir no anelo de alcançarmos o desejável, esta qualidade não é algo a se verificar no final, mas ela, a excelência, está no início e no meio de cada ação cotidiana da vida.

 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018