Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

A Evolução da Gestão da Qualidade

por Clarisse Carvalho de Oliveira - Docente do Senac Uruguaiana

No contexto atual, as empresas precisam adaptar-se rapidamente as mudanças que ocorrem constantemente neste meio. Diante disso, para as organizações permanecerem competitivas e sustentáveis precisam saber transitar neste cenário complexo de transformações globais. Assim, para garantir a satisfação de seus clientes, a melhoria contínua de seus processos e produtos e, consequentemente, a obtenção de resultados é necessário a presença de uma liderança atuante, que faça uma gestão de qualidade.
 
Há muitas décadas que a gestão da qualidade é pauta das discussões organizacionais, com seus conceitos aplicados para o desenvolvimento de produtos, serviços, seguindo diferentes abordagens. A evolução da qualidade está dividida em cinco fases diferentes: a década de 1950, surge a preocupação com o controle do produto, em como fazer com que o produto final siga os padrões do projeto inicial. Já na década de 1960, a inquietação passa a ser com o atendimento ao uso deste produto pelo cliente, e mantém-se no controle do produto. Em quanto em 1970, inicia-se o cuidado com os custos e surge o controle total da qualidade (qualidade praticada em toda a organização). Em 1980, a preocupação é focada no desejo dos consumidores, aproximando as empresas de seu mercado consumidor e nos anos 1990, são acentuadas as questões referentes ao quadro social, político, econômico e financeiro, e a qualidade passa a fazer parte da estratégia da organização.

Atualmente para que o sistema de gestão pela qualidade agregue valor ao negócio, o atendimento dos requisitos do cliente deve envolver toda a organização. Além disso, a necessidade de conhecer melhor os clientes têm motivado o desenvolvimento da Gestão do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management - CRM) aos sistemas de gestão das empresas. Outro aspecto relevante é o foco no empowerment dos funcionários na gestão de negócios. Essa maior autonomia dos níveis operacionais tem presença marcante na teoria da Total Quality Management (TQM).

Por fim, a aprendizagem organizacional é um outro importante diferencial para as empresas que buscam se sobressair no mercado. Ferramentas e informações estão disponíveis a todos, mas o que diferencia uma organização da outra é sua capacidade de usá-las a seu favor.  

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato