Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Técnicos de Segurança do Trabalho e a sua importância

por Rosito Zepenfeld Borges - Bombeiro Civil e Engenheiro Florestal e de Segurança do Trabalho

Segundo estatísticas recentes, o Brasil é o quarto país do mundo em número de acidentes de trabalho, totalizando cerca de 700 mil registros anuais (convém lembrar que uma grande parcela dos acidentes de trabalho não é notificada). Tal fato gera um impacto econômico da ordem de bilhões de reais. E estamos falando apenas do aspecto econômico, sem contar os afastamentos definitivos do trabalho e mortes.

 

Diante desse cenário, é fácil entender o papel da saúde e segurança do trabalhador. O Técnico em Segurança do Trabalho é um profissional que atua na prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Mais do que atuar na prevenção de doenças e acidentes, o profissional está relacionado com a promoção da saúde, associando fatores como qualidade de vida com questões laborais como estresse, fadiga, pressão por resultados e fatores físicos como lombalgias e lesões por esforços repetitivos.

 

O empregador também se beneficia das atividades do Técnico em Segurança do Trabalho ao reduzir os riscos e custos para a empresa, diminuição de absenteísmo e turnover, redução de reclamatórias trabalhistas por descumprimento de legislação, melhoria da produtividade e manutenção da imagem da empresa frente aos clientes, fornecedores e comunidade, como uma empresa preocupada com a saúde e segurança de seus trabalhadores.

 

A presença e o dimensionamento dos Técnicos em Segurança do Trabalho são determinados pela Norma Regulamentadora 04 - Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, de acordo com o número de funcionários da empresa e o grau de risco. Esse grau de risco varia de 1 a 4, sendo que, quanto maior o número, mais alto o risco de acidentes e doenças do trabalho.

 

Nesse cenário, o Técnico em Segurança do Trabalho assume especial relevância por ser um dos profissionais responsáveis por assegurar que os ambientes de trabalho estejam seguros, de forma a preservar a vida e a saúde das pessoas. Para tanto, é requerida uma formação técnica que atenda à perspectiva das normatizações e às políticas de manutenção da saúde e segurança, bem como de prevenção de acidentes no trabalho. Além dos conhecimentos técnicos, são requisitos para esses profissionais a visão sistêmica, a capacidade de atuar em equipe, de propor soluções, de resolver problemas, e de desenvolver ações educativas, entre outras habilidades. O desafio está em formar técnicos que sejam capazes de responder às complexas demandas que a ocupação requer na atualidade.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018