Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Algo sobre criatividade

por Neverson Santos - Docente da Faculdade Senac Porto Alegre

A criatividade é um dom natural concedido por Deus a todos nós. Quando criança, esse dom é bem evidente e estimula o desenvolvimento do raciocínio lógico, do pensamento e da atividade cerebral. Com o passar do tempo, na medida em que se vai crescendo, cada um de nós começa a inibir nossa criatividade, devido a diversos fatores, como por exemplo: intervenção dos pais, críticas, falta de incentivo, entre outros.

A criatividade é a forma mais adequada de solucionar problemas. Ao contrário do que muitos pensam, ser criativo nem sempre tem a ver com criar coisas mirabolantes. Na maior parte das vezes, a criatividade é usada para simplificar processos, fazer mais com menos recursos, entre outras coisas.

Ninguém é criativo sem que tenha trabalho e esforço. As ideias surgem depois de muita pesquisa e estudo. Na realidade, elas surgem depois de um processo que chamamos de “Processo Criativo”.

O Processo Criativo é composto por algumas etapas: preparação, incubação, iluminação e verificação.

Preparação: é provavelmente a principal etapa, o sucesso de todo processo passa pela qualidade da preparação. Nela, identificamos o problema e suas características, coletamos o máximo de informações relacionadas a ele, conversamos a respeito do assunto com outras pessoas e prestamos atenção em tudo que diz respeito ao nosso problema.

Incubação: essa etapa pode acontecer a qualquer momento do processo. É quando nossa mente está desgastada, sofrendo pelo acúmulo de informação e demanda de pensamentos. Nessa hora é necessário que se pare um pouco, descanse do problema, mas sem esquecer que ele ainda não foi resolvido. Não se julgue por estar descansando, na maior parte das vezes essa parada organiza os pensamentos, o que faz com que a solução seja encontrada com maior facilidade.

Iluminação: ocorre nos momentos mais inesperados. É quando a ideia surge. Pode ser no trânsito, no banho, quando se acorda no meio da noite ou em qualquer situação. Tenha em mente que, em princípio, toda ideia é boa, ainda não é o momento de nos preocuparmos se a ideia vai resolver o problema ou não. Quanto maior o número de ideias, maior a possibilidade de encontrar a melhor solução.

Verificação: agora é a hora de julgar, ver as possibilidades, utilizar o intelecto para concluir o que a imaginação deu início. Analisar cada aspecto de cada ideia a fim de ver qual é a mais adequada à situação. Nessa etapa podemos encontrar a solução, mas também poderemos chegar à conclusão de que precisaremos repetir todo o processo.

Enfim, a criatividade é algo de vital importância para que possamos ensinar com maior aproveitamento e fascínio. Certa vez um Walt Disney disse a seguinte frase: “Criatividade é como ginástica: quanto mais você a exercita, mais forte ela fica”.

 

Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018