Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Design Thinking como metodologia de desenvolvimento de software

por Thiago Stein Motta - Docente da Faculdade Senac Porto Alegre

Design Thinking é uma metodologia para o desenvolvimento de soluções de problemas que começou a tomar forma nos anos 50 e 60. Apesar de ter sido criada para aplicação nas áreas de design de produto, é uma técnica que pode ser empregada em diversas áreas do conhecimento, inclusive na tecnologia de informação. Ela introduz uma abordagem diferente das tradicionais de Engenharia de Software para análise do problema a ser solucionado, empregando esforços para definir mais claramente o problema antes de pensar na solução.

Por ser uma metodologia iterativa que visa a criação de soluções criativas em pouco tempo, Design Thinking pode facilmente ser integrada a abordagens modernas de desenvolvimento de software, como, por exemplo, no emprego do framework Scrum. A abordagem segue o princípio de Design para a Experiência do Usuário, considerando que existe um usuário como centro do problema em todo problema a ser resolvido com uma solução computacional interativa. Dessa forma, ao contrário de abordagens tradicionais de desenvolvimento de software, o foco da solução não será nas funcionalidades a serem desenvolvidas, mas sim no usuário que fará uso do sistema.

A metodologia começa pelo entendimento do problema e, após, pela imersão no domínio do problema, para que sejam extraídas dele todas as possibilidades de aprimoramento. Nessas duas primeiras etapas, toda análise e percepção é válida, pois buscam-se obter todas as informações sobre o problema a ser solucionado. Na terceira etapa deve ser feita uma síntese de todos os dados levantados anteriormente, em que se buscará definir quais serão as prioridades do projeto. Nesse momento, é possível criar um Product Backlog do Scrum. A partir disso, na quarta etapa é o momento de levantar ideias para solucionar os problemas e atender às necessidades dos usuários do sistema. Esse é o segundo momento de divergência da metodologia, pois é importante não tolher nenhuma ideia. A partir disso, é preciso sintetizar novamente, assim as principais ideias para a etapa de prototipação para, a seguir, serem apresentadas para o usuário final.

Conforme os resultados da iteração, é possível retornar a uma etapa inicial para coleta de mais informações ou para um melhor entendimento do domínio do problema. Contudo, se for constatado que o problema já foi devidamente compreendido, é possível retornar direto para a etapa de levantamento de ideias, para definir melhor o objetivo do projeto ou, mesmo, diretamente para a criação de novos protótipos, pois o mais importante é o resultado que se quer atingir e não o rigor do processo.

Design Thinking é uma metodologia inovadora, pois se preocupa com a Experiência do Usuário e estimula a criatividade dos projetistas. Essa metodologia vem sendo cada vez mais utilizada para o desenvolvimento de soluções de software, sendo atualmente a principal abordagem utilizada na SAP, por exemplo.

Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018